sábado, 9 de outubro de 2010

"O Espírito do Amor" de Ben Sherwood

TÍTULO ORIGINAL: The Death and Life of Charlie St. Cloud
AUTOR:
Ben Sherwood
TRADUÇÃO: Isabel Nunes
COLECÇÃO: Grandes Narrativas
EDITORA: Editorial Presença
EDIÇÃO: Maio de 2006
PÁGINAS: 248
ISBN: 9789722335539

SINOPSE


A leitura deste romance de Ben Sherwood leva-nos a acreditar que, por vezes, o amor vence a morte. Charlie St. Cloud veio a sabê-lo de duas formas distintas mas igualmente prodigiosas. Primeiro com Sam, o irmão mais novo, depois, com Tess, o seu grande amor. Quando um violento acidente de viação leva Sam para o outro lado da vida, Charlie promete-lhe que nunca o abandonará. Tudo poderia ter continuado assim, naquela espécie de limbo em que Charlie abdicava de viver plenamente a sua existência terrena e Sam se recusava a avançar para planos mais subtis para que pudessem permanecer juntos. Mas a chegada de Tess mudou tudo… Charlie apaixonou-se por ela e percebeu o carácter ilusório do paraíso em que vivia, que lhe desse a conhecer, com maior nitidez, a ponte que atravessa. Esta obra inspirou uma adaptação ao grande ecrã com o título Sempre Que Te Vejo.

A MINHA CRÍTICA

Perturbadora, envolvente e encantadora… Esta obra é sublime.
É daquelas leituras que, independentemente da hora em que se começam a ler, não é possível parar até ao virar da última página (falo por experiência própria, já que fiquei até de madrugada a ler este livro, sem conseguir interromper).
Desde o início, somos repentinamente levados e habilmente mantidos nesta história, que o autor maravilhosamente construiu em volta das emoções.
As descrições que a compõem são tão reais que, por vezes, chegam a arrepiar.
É uma obra tão tocante, que o seu término é difícil de aceitar, porque ficamos demasiado ligados a ela, a Charlie, a Sam, a Tess, a Marblehead.
Esta obra já não é novidade, dado que já tinha sido publicada em 2006. Com a estreia da sua adaptação cinematográfica – Sempre Que Te Vejo – o livro foi relançado e, graças a isso, pude descobrir este tesouro da literatura.
Não sou capaz de encontrar um ponto negativo desta obra, porque fiquei completamente rendida a ela. Aliás, pergunto-me como é que esta obra-prima nunca me chegou às mãos...
Fico agora curiosa relativamente ao filme e com vontade de regressar a esta história.
Recomendo a toda a gente, pois acredito ser muito difícil não se gostar desta admirável obra.

A MINHA CLASSIFICAÇÃO

10/10 - Obra-Prima

5 comentários:

Clube Dos Livros disse...

Olá Mariana,
olha fui ver o filme na 4ª feira, gostei muito mesmo.
A início não estava a gostar, achei demasiado- bem nem sei que dizer - mas depois comecei a ligar-me mais ao filme e gostei muito.
Quando saí do filme, apenas me virei pra minha namorada e perguntei "será que o livro também é assim? Queria mesmo lê-lo"

lol
Mas com a tua opinião, já vi que sim, é muito muito muito bom também

Mariana Malhão disse...

Olá Paulo!

Acredito que ler o livro depois de ver o filme não terá tanto encanto, dado que já se sabe o que acontece, mas, independentemente disso, vais gostar bastante.

Eu não consegui largá-lo.
É uma leitura que nos absorve, completamente!

Obrigada apela visita e pelo comentário.

Tenho de arranjar tempo para ver o filme ;)

Clube Dos Livros disse...

Sou visitante assíduo do teu cantinho ;)

Sim, eu sei que ver o filme e ler depois, é diferente, mas no livro há sempre outros detalhes que passam ao lado no filme. :-)

Beijinhos

marcia disse...

Mariana,
A tua opinião deixou-me "em pulgas", com muita vontade de ler este livro, adoro quando não consigo parar de ler!

Nuno Chaves disse...

Parece-me ser um filme bastante interessante... a ver se arranjo tempo para o ver.

 

A Galáxia dos Livros Copyright © 2010 Designed by Mariana Malhão