sábado, 11 de setembro de 2010

"À Noite Sonhei Que Tinha Peito" de Mariela Michelena

TÍTULO ORIGINAL: Anoche soñé que tenía pechos
AUTOR:
Mariela Michelena
TRADUÇÃO: Isabel Barata
COLECÇÃO: Psicologia e Saúde
EDITORA: A Esfera dos Livros
EDIÇÃO: Junho de 2010
PÁGINAS: 242
ISBN: 9789896262280

SINOPSE


Ontem à noite descobri um pequeno caroço num peito. Um caroço indiscutível que não conheço.Toco-o e ele move-se acompanhando o ritmo dos meus dedos mas, por mais que lhe mexa, não desaparece. Continuo a ter um pequeno caroço. Tenho um pequeno caroço? Como é possível que estes peitos tão pequenos, que nunca serviram nem para seduzir nem para amamentar, tenham um caroço? É assim que se inicia um relato emocionante na primeira pessoa de uma mulher com cancro da mama. De um dia para o outro Mariela Michelena, uma psicanalista dinâmica, sonhadora, no auge da sua vida pessoal e profissional, vê a vida fugir-lhe por entre os dedos. Ao longo de quase um ano de tratamentos acompanhamos a vida desta mulher. As suas dúvidas e incertezas, a relação com o marido, as amigas solidárias, os sentimentos contraditórios, o sofrimento e a dor que transformam este livro num testemunho único e comovedor onde a palavra de ordem é a sinceridade. Uma sinceridade perturbadora. Mariela Michelena, autora de Mulheres Mal-Amadas, rejeita a frase "não se passa nada", o sorriso e o optimismo quase obrigatórios na sociedade em que vivemos. Em troca convida o leitor a uma viagem verdadeira e real onde ecoa a voz de um sofrimento a que todos os que passam por esta doença têm direito. .

A MINHA CRÍTICA

Um livro surpreendente…
Um relato impressionante…
Uma luta que muitas mulheres enfrentam e que as faz, a todas elas, umas autênticas heroínas.
Uma escrita que nos deixa ligados à história da autora, de tal forma, que queremos sempre saber mais.
Este livro, desde que foi lançado pela nossa parceira, A Esfera dos Livros, me despertou muito o interesse, porque está fortemente ligado à minha área profissional, que é a Enfermagem. Aproveito para agradecer a possibilidade que me foi dada de o apreciar.
Já tive a oportunidade de acompanhar mulheres na situação de Mariela e foi muito tocante, através deste livro, saber o “outro lado” da mulher que sofre de cancro, aquele que se esconde num olhar triste e assustado que tantas vezes pude observar.
Mariela escreveu estes cadernos ao mesmo tempo que vivenciava a sua doença e, por isso mesmo, a sua escrita transborda fielmente a dura realidade que teve de superar.
Este foi um contributo muito importante para mim, não só como Enfermeira, mas como pessoa, pois infelizmente, o cancro é uma doença que cada vez mais surge na nossa população, e muitos são os enigmas que ela esconde, nomeadamente, a origem da imensa força que as pessoas que dela padecem têm e a forma como a conseguem empenhar na luta contra tão terrível doença.
Apesar de o associar muito à minha área profissional, este não é um livro que tenha, de maneira alguma, uma “população-alvo”, sendo que acredito ser muito difícil um leitor não gostar deste livro, deste relato comovente, desta escrita tão próxima do leitor, que o faz compreender um pouco a luta desta mulher.
É um livro obrigatório na minha estante, que recomendo sem quaisquer reservas.

A MINHA CLASSIFICAÇÃO

9/10 - Excelente

2 comentários:

Clube Dos Livros disse...

Também gostei muito do livro Mariana =)

Mariana Malhão disse...

Olá Paulo!
Ainda bem que não fui a única a reparar que este livro é surpreendente. Obrigada pela visita :)

 

A Galáxia dos Livros Copyright © 2010 Designed by Mariana Malhão