domingo, 21 de fevereiro de 2010

"As Velas Ardem Até ao Fim" de Sándor Márai

TÍTULO ORIGINAL: A Gyertyák Csonkig Égnek
AUTOR:
Sándor Márai
TRADUÇÃO: Maria Magdolna Demeter
COLECÇÃO: Ficção Universal
EDITORA: D. Quixote , Leya
EDIÇÃO: Outubro de 2001
PÁGINAS: 160
ISBN: 9789722020626

SINOPSE

Um pequeno castelo de caça na Hungria, onde outrora se celebravam elegantes saraus e cujos salões decorados ao estilo francês se enchiam da música de Chopin, mudou radicalmente de aspecto. O esplendor de então já não existe, tudo anuncia o final de uma época. Dois homens, amigos inseparáveis na juventude, sentam-se a jantar depois de quarenta anos sem se verem. Um, passou muito tempo no Extremo Oriente, o outro, ao contrário, permaneceu na sua propriedade. Mas ambos viveram à espera deste momento, pois entre eles interpõe-se um segredo de uma força singular...

A MINHA CRÍTICA

Posso parecer injusta nesta crítica, mas este livro desiludiu-me...
Talvez porque lhe "despejei" demasiadas expectativas... Comprei-o por ter lido opiniões muito favoráveis, que o avaliavam como uma obra-prima. Se calhar, se não estivesse à espera de uma obra-prima, esta leitura teria-se tornado, para mim, muito melhor. A verdade é que, depois do livro anterior, este livro revelou-se o oposto... Não sei bem explicar, mas não senti entusiasmo em saber o que se ia desenrolar a seguir. Este livro trata-se, essencialmente, de um diálogo (que é praticamente um monólogo, já que uma das personagens domina a intervenção quase toda) entre dois amigos, que estiveram separados durante 4 décadas. Nesse diálogo/monólogo somos levados a reflectir sobre a amizade, o amor, a solidão, o envelhecimento... A escrita é, sem qualquer dúvida, algo de sublime. Talvez esse seja o ponto forte do livro, já que é inegável a profundidade dos sentimentos transmitidos pelo autor. Mas enquanto história, desiludiu-me... No final, quando ainda restava alguma expectativa minha sobre o que ía acontecer, não aconteceu nada, deixando a história, meio "sem-graça". Talvez esta desilusão também esteja influenciada pela minha leitura anterior, pelo que não vou deixar de lado a hipótese de reler esta obra com "outros olhos", embora saiba, de antemão, que este não é o meu género literário predilecto.
Se já leram esta obra comentem aqui no post. Estou curiosa de saber se esta desilusão foi só comigo...

A MINHA CLASSIFICAÇÃO

6/10 - Recomendado, com reservas

5 comentários:

Laelany disse...

Olá!
Tens o selinho à tua espera no meu blog ;)

patricia dias disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Aprendiz de Poetisa disse...

Bom dia.

Queria pedir-lhe se poderia fazer divulgação do meu livro, Mistério em Connellsville, e, eventualmente, criticá-lo.

Todas as informações estão em www.misterioemconnellsville.blogspot.com

Com os melhores cumprimentos.

Aprendiz de Poetisa disse...

Obrigada pela resposta!

Sim, pode ser exactamente isso, sinopse, etc. Essas informações estão no blog. Alguma informação extra, pode pedir.

É uma pena que já não se importem com os livros... Mas não há nada a fazer. Até porque, felizmente, não são todos assim :)

Obrigada pela disponibilidade, ficarei à espera de uma crítica ;)

beijinhos.

Marco Caetano disse...

Apesar de a sua opinião não ser exactamente a minha, compreendo o seu ponto de vista!

Convido a que veja o que escrevi em:
http://conspiracaodasletras.blogspot.com/2010/10/as-velas-ardem-ate-ao-fim-sandor-marai.html

Continuação de boas letras...

 

A Galáxia dos Livros Copyright © 2010 Designed by Mariana Malhão